30.12.11

Balanço

O que os finais e os começos têm de bom, é o facto de nos permitirem fazer um balanço à luz de alguma distância, possibilitando uma análise mais sensata dos acontecimentos e mais isenta do calor das emoções. Balanço é o título de uma música que a Mafalda Veiga canta com o Tiago Bettecourt e que eu adoro. De resto este foi, em tudo, um ano tramado para mim. Foi um ano difícil de gerir e com ocasionais momentos bons. No ano passado por esta altura estava a embarcar rumo a Madrid, para passar a passagem de ano com a Rosa e com o David, um casal fantástico que conhecemos no deserto da Tunísia há uns 5 anos atrás. Ao mesmo tempo a minha mãe dava entrada na Cuf Descobertas com perigo de vida. Foram momentos difíceis, perdi o meu cão ao fim de 17 anos, despedi-me da minha antiga casa, mas também conheci Paris e mudei para uma casa nova. Festejei o primeiro aniversário do meu filho e ganhei uma Taga.

Este foi o balanço do ano passado. Curioso é pensar que este ano foi igualmente intenso. 


Este ano passei pelo maior susto da minha vida e fui operada. Contei com a visita da Juliana, uma amizade com mais de 20 anos e que atravessa o Atlântico. Ganhei um barbecue novo e entreguei a alma do anterior ao criador. Fizemos algumas obras, poucas para o que deveríamos, mas as possíveis. Amortizámos o nosso empréstimo e incrementámos o PPR. Fizemos uma linda festa de anos para o Afonso no jardim. No que diz respeito a passatempos, foi o ano das máquinas de café, ganhámos 3, entre muitos outros prémios que enchem sempre esta família de satisfação. Fomos com o Afonso ver o Carteiro Paulo, o Festival Panda, as Barrigas de Amor, a Festa da Criança, o GreenFest, o Ruca e o Circo Mágico e ainda fomos ao Jardim Zoológico e à Casa das Histórias. Sem o Afonso fomos ver diversos espectáculos do La Féria, algumas antestreias, o Sporting a Alvalade e os Bon Jovi à Bela Vista. Consegui ler sete livros e estou a meio do oitavo. Aprendi a costurar à máquina, fiz seis guardanapos e uma barra para as luvas de jardinar. Este ano também aprendi a fazer malha, fiz imensos cachecóis para oferecer no Natal e estou a meio da minha primeira encomenda. Eu e o André tirámos um mini-curso de agricultura biológica e plantámos e colhemos muitas coisas da nossa horta. Este ano, não viajámos para fora, mas fizemos muitas jantaradas no jardim e fomos muitas vezes à praia. Este ano corri pela primeira vez numa corrida, e senti-me uma vencedora, porque estou resistente e deixei de tomar medicamentos para a asma e comecei a fazer fisioterapia. Para terminar, em 2011 tive a sorte de ganhar duas novas amigas, daquelas que gostamos de conversar e que convidamos para nossa casa.

O nosso subsídio de férias foi para pagar um imposto extraordinário, o nosso subsídio de Natal foi cortado, e financeiramente foi um ano instável e cheio de percalços, mas ao fazer o balanço, nem me lembrei disso. A crise pode servir de desculpa para muitas coisas, mas que não sirva para vivermos mais tristes e fechados. O balanço? O balanço só pode ser muito positivo. Venha 2012 com novos desafios, novos projectos e novas conquistas!

5 comentários:

Ana P. disse...

Bom ano Vanessa! Que 2012 seja recheado de boas surpresas! Beijinhos

Vanessa Casais disse...

;) Bom Ano!

Patricia disse...

Vim cá parar por acaso e adorei o teu blog. Bjs

Vanessa Casais disse...

Bem-vinda Patrícia e obrigada!

myinteriors disse...

Really Awesome………very nice post. You are Expert in your profession. It's a very interesting in a post. I appreciate you keep do a posting..
Sliding wardrobes Cork
Hinged wardrobe
Fitted wardrobe
fitted wardrobes dublin
Half Height Wardrobes
built in wardrobes dublin
Slider wardrobes Cork
Wardrobes Door Fitted
sliding wardrobes direct
Sliding wardrobe Cork
built in wardrobes

Postar um comentário