16.9.09

Pertença

As crianças não nos pertencem. Somos nós quem lhes pertence. Para toda a vida. Da vida deles, nada possuímos a não ser a gestão, esperando que um dia, para sua felicidade - tal como aconteceu connosco -, nos deixem para voarem com as suas próprias asas.

Grandsenne, Philippe, Bebé, diz-me quem és!, pág. 74
Obrigada Cátia estou a amar este livro!

2 comentários:

Cátia disse...

oh amiga,não é para agradecer! Foi do coração, esse livro é um dos livros da minha vida. E agora espero que da tua também.

Vanessa Casais disse...

É com certeza!

Postar um comentário