19.4.12

Eu e os passatempos, os passatempos e eu


Foi na altura em que estive a fazer a minha tese de mestrado, e com o objectivo de desanuviar das pesquisas e leituras, que comecei a divagar pela Internet à procura de um desconto para umas canetas, e descobri o Tralhas Grátis. Desde miúda que adoro participar em passatempos, preencher cupões e essas coisas, e descobrir uma comunidade inteira que partilhava esse gosto, foi qualquer coisa! Ali, todos divulgavam passatempos e promoções, e todos vibravam quando um de «nós» ganhava. Passados um meses, fiquei em casa com uma gravidez de risco, e esse "passatempo" tornou-se um género de profissão :). É escusado dizer que compensa participar, e que às vezes é preciso muita paciência. Estatisticamente é uma questão de probabilidade e persistência, mas na prática é acima de tudo um prazer e quem corre por gosto não cansa. Muitas vezes não ganho nada a não ser o facto de me divertir em participar, porque tenho uma imaginação fértil e adoro puxar por ela. Depois há ainda aquelas vezes em que ganho sem saber e aí a alegria ainda é maior.

Vá por mim, se acha que só sai aos outros, experimente e participe, as probabilidades são muito maiores que as de lhe sair o Euromilhões, e a satisfação, bem essa a meu ver é garantida. 

3 comentários:

Ana P. disse...

Amanhã vou a um concerto à borla! Não tenho tido muito tempo para me dedicar, tem sido só aqueles passatempos que são por sorteio :(

Vanessa Casais disse...

:) e eu vamos ver se vou finalmente ao Peixe em Lisboa!

luisa disse...

Eu também sou da comunidade tralheira e sabe muito bem quando parecemos uma família, sempre felizes por cada prémiozinho que um de nós recebe! E temos mesmo de agradecer à Catarina e aos seus "assistentes" que tornam isto possível.

Postar um comentário