4.3.12

Março Marçagão

Imagens Judy Garland o fim do arco-irís daqui e daqui

Março Marçagão de manhã Inverno de tarde Verão. Chegámos a Março, o mês das flores, da Primavera, do Dia do Pai. Mesmo com a falta de chuva as flores apareceram em força no jardim. Os Narcisos, as flores silvestres e até os Jarros. Na Sexta-feira fomos ao Jumbo para aproveitar todos os talões que tinhamos da gasolineira e que estavam a expirar e aproveitar simultaneamente o folheto 2 por 1. Nesta campanha também estavam as plantas, duas por 3€. Era sobretudo de plantas de interior, mas também encontrámos cipestres Goldcrest ou Cipreste-de-Monterey, que têm uma cor clara, verde-lima e que cheiram mesmo a limão. 

Esta semana acabei de ler a «Casa Feliz» da Maria Barros. Fiquei um pouco decepcionada, porque criei muitas expectativas. Esperava encontrar mais sobre a História da decoração, mais ideias inovadoras, mais conteúdo por assim dizer e no fim achei que havia muito pouco de novo. De qualquer forma é sempre bom relembrar que temos de tratar de algumas «doenças» da nossa casa e acabei a semana a marcar uma visita da empresa que fez a impermeabilização do nosso sofá. O prazo de duração já expirou há muito tempo e o sofá já não pede, grita por uma limpeza profissional. Outra receita da autora que repito com frequência é encher a casa de flores, esta semana não foi excepção e as plantas do Jumbo e as flores do jardim enchem agora a casa de cor e aroma a Primavera. 

E se no Sábado o pai André ficou sem gasolina a caminho do Inglês, o resto do fim-de-semana correu bem e teve sabor a férias. Almoçámos caldeirada de peixe e depois de almoço seguimos para a BTL na FIL, em busca de férias de sonho a preços de sonho e dali para o Politeama para assistir a «Judy Garland - O fim do arco-íris», o conhecido musical sobre a vida de Judy Garland agora entre nós pela batuta de La Feria. Obrigada à Ana pela dica e à Universia pelos bilhetes ;). A peça tem um lado mais pesado, habilmente contornado com cenas caricatas e pela interpretação fantástica de Vanessa Silva. 

Hoje houve pequeno-almoço no jardim, sem pressa, mimo e brincadeiras. Agora o Afonso dorme a sesta e mais logo vamos falar e pensar sobre uma resposta que temos de dar amanhã, a uma das possíveis escolas do Afonso. Este fim-de-semana soube tão bem, mas tão bem, que o difícil vai ser mesmo voltar amanhã ao trabalho.  

2 comentários:

ce. disse...

Ai se vai... :)
bj

Ana P. disse...

De nada :)
E para as férias conseguiram alguns preços supimpas??
Beijinhos

Postar um comentário