3.12.10

Reciclar

Antes de ser mãe não compreendia a desarrumação que um bebé podia criar. Não o compreendi até ser mãe. É que não se trata apenas de manutenção. Um bebé vem com uma série de acessórios e extras que ocupam espaço, muito espaço numa casa. Acresce, que aos pais não falta muitas vezes paciência para arrumações (mas também) falta apenas tempo. Posto isto, com a chegada do bebé a nossa casa passou a ser dos três e a sala passou a ser do Afonso, com todos os seus extras. Para resolver este problema nada melhor que uma caixa ou banqueta com abertura, soluções que permitam arrumar tudo em poucos segundos quando se recebem visitas.

Estou muito orgulhosa de ter reciclado esta caixa para guardar os brinquedos do Afonsinho. Estava prestes a comprar uma nova mas lá me enchi de coragem e me decidi a reciclá-la. Cozi a verga solta das investidas da gata Nini e no final apliquei verniz em spray, sem brilho para manter o tom natural e deixei secar . Fi-lo durante a hora de almoço de ontem, pelo que nem investi muito tempo. O resultado agrada-me bastante e o dinheiro que poupei já está no mealheiro do Afonso.

3 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Ainda bem que a guardaste!
Os filhos fazem de todos os cantos a sua sala de brinquedos :)

eu disse...

Tu tens uma paciencia e vontade infinitas!!! ;)
Eu tb tenho caixas de arrumaçao rápida loool mas sao de cartao e por fora são com bonecos. o meu sogro arranjou as caixas e tiveram logo utilizaçao!!!
A verdade é mesmo essa: a sala é deles, completamente!

Vanessa Casais disse...

;) Parece Sofia, parece...

Postar um comentário