8.9.10

Olá

O Afonso começou a dizer «Olá» no outro dia. Olá atrás de Olá tipo papagaio, com acento e tudo. Perfeitinho, monossilábico, redondo e cheio que até dava gosto. Disse durante vários dias. Agora deixou de dizer. Eu digo - oh Afonsinho diz lá olá à mãe - e ele ri-se e nada. Para os pais mais experientes estas coisas podem até passar um pouco ao lado, mas a mim deixam-me sem chão. Fico derretida e inchada de orgulho. Tem saídas giríssimas, e eu sou capaz de passar horas a vê-lo brincar, palrar e a olhar para ele. Antes de ontem estávamos a aprender a arrumar os brinquedos, uma das minhas últimas demandas, e atirávamos os bonecos para dentro da manga azul e batíamos palminhas, e o Afonso a atirar a bonecada todo satisfeito, e quando já não havia mais nada  para atirar, toca de atirar outras coisas para eu bater palminhas, os sapatos, os meus chinelos e... o copo da água, cheio de água ;)

2 comentários:

Vanessa Oliveira disse...

Bem, pelo menos o primeiro passo já foi dado, só falta agora ele saber o que atirar para dentro do saco! Mas não fez por maldade e a intenção até que foi boa...

Vanessa Casais disse...

:) Adoro ele :)

Postar um comentário