24.6.10

Telemóvel

O Afonso ganhou um telemóvel. O pai não achou graça nenhuma à ideia, diz que vai ser mau para o bebé e para mim que vou passar a vida a ligar-lhe. Mas eu acho que não, afinal de contas o Afonso não fala, logo não faz sentido eu ligar-lhe. Se há altura engraçada para uma criança ter um telemóvel de verdade, é esta, pois não passa de um brinquedo. Não tenciono fazer carregamentos, nem sou muito a favor das crianças terem telemóveis na escola. No entanto o telemóvel não deixa de ser muito giro, cheio de cores, apelativo para os mais pequenos e tem a vantagem de não dar para fazer chamadas, a não ser para os pais, e para números de emergência. A MO1 é da Imaginarium e eu só tenho a agradecer à Vertbaudet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário