26.4.10

Ele e ela

Adoro lê-los. Adoro ler os meus amigos. Ele com as suas considerações politicas e amorosas http://umdiacrio1blogue.blogspot.com/, ela com o seu diário digital http://nada_acontece_por_acaso.blogs.sapo.pt/. Somos três fiéis seguidores uns dos outros. Adoro a forma como consigo sempre descobrir mais alguma coisa no texto escrito que ainda não os ouvi dizer, nem os vi fazer. Adoro saber como se sentem e o que pensaram. Qual Big Brother da vida real, qual mirone da vida alheia. Há coisas banais, de que normalmente não falamos, mas que acrescentam qualquer coisa ao que conhecemos dos outros, quando os lemos. Para mim, o mundo seria um lugar tão mais simples, se para além de falar, escrevêssemos. Quando escrevemos ponderamos, não dizemos qualquer coisa simplesmente sem pensar. Quando escrevemos fazemos um exercício de síntese, com cabeça tronco e membros. Respondemos a questões de lead. Reorganizamos o nosso espaço mental em caixinhas. Quando escrevemos expressamo-nos melhor, de forma mais limpa, organizada e sincera. E não há nada melhor que ter acesso a essa parte já editada dos nossos amigos. Quem dera que todos viéssemos com livro de instruções, diário ou compêndio. Quem dera que estes vossos blogues continuem a existir sempre.

Um comentário:

Cátia disse...

oh amiga, assim fico sem graça! Como tu bem sabes também adooooooroo ler o teu limão!!! É mesmo uma leitura diária. Concordo com tudinho o que dizes, todos deviamos escrever, e eu tenciono continuar a escrever por muito e muito tempo. Um grande beijo.

Postar um comentário