3.2.10

Olhos de Chinês


O Afonso tinha os olhos tortos, pelo menos até à bocado. Acabámos de vir de uma médica oftalmologista e de uma consulta de 3h, que terminou a horas impróprias para bebés, às 10h30m da noite. O Afonso, a quem foi diagnosticado um estrabismo infantil severo, e a quem foi aconselhada uma visita à especialidade aos 6 meses de idade, por já não ser normal um desvio tão acentuado, afinal sofre apenas de olhos de chinês. Tem as pregas dos olhos tão gorduchas que criam a ilusão óptica de estrabismo, ou seja, tem um pseudo-estrabismo. Os exercícios que andávamos há meses a fazer, por indicação médica, afinal não servem rigorosamente para nada. Por palavras minhas, a parte branca do olho, mais próxima do nariz está escondida por uma prega de pele, que cria a ilusão de que a parte colorida do olho está mais junto ao nariz do que efectivamente está. Assim o Afonso parece que tem os olhos voltados para dentro, quando olhamos para ele, quando na verdade tem apenas os cantos dos olhos achinesados, cobertos e não visíveis. Uma boa maneira de ver que é ilusão é olhar para o centro do olho e apontar uma luz. Se o reflexo da luz aparecer nos dois olhos no mesmo local, é porque os olhos não estão tortos, pois se assim fosse a luz num dos olhos apareceria na parte colorida ou mesmo ao lado. Conforme for crescendo o nariz irá alongando e essas pregas dos olhos vão esticando simultaneamente e essa ilusão óptica deixará de se fazer notar. De qualquer forma vai fazer uma OP ao hospital de Santa Maria na próxima terça-feira, para despiste. Hoje fez diversos exames e até os fundos estão bem. Numa altura em que eu precisava tanto de boas notícias, estas vieram mesmo a calhar. O meu filho, não sei bem como, é Made in China e a cegonha dele não veio de Paris!

2 comentários:

Tinkerbell disse...

oi vanessa devo receber o livro da editora dentro de uma a duas semanas e dp envio-te mas aviso! e parabéns!

Vanessa Casais disse...

Obrigada Tinkerbell! Mal posso esperar!

Postar um comentário